Lameblogadas

segunda-feira, janeiro 24, 2005




Remexendo os alfarrábios ontem à noite, encontrei isso:


RADIOGRAFIA

Não posso exigir de ti
O heroísmo das mulheres russas
Que acompanham o amante até a Sibéria

Ainda não posso exigir de ti
O ato essencial,
O ato da eternidade
Que te desligará das aparências
Que te dará o frio a fome a sede
A aridez e o desconsolo

Ainda não posso exigir tudo isso de ti
Ó mulher delícia da vida amargura
Porque ainda não tenho toda a caridade
Para comigo mesmo.

(Murilo Mendes)

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home