Lameblogadas

segunda-feira, janeiro 29, 2007


Diálogo entre o tio Gu e o Antônio sobre o amor: *


Gu: Antônio, o amor não tem preconceitos. Meninos podem amar meninos, meninas podem amar meninas, meninos podem amar meninas...

Antônio: Menino com menino não pode.

Gu: Pode sim. O amor é o que importa. Nós podemos amar qualquer pessoa ou qualquer coisa. Podemos amar a geladeira, a árvore, o homem, a mulher.

Antônio: E o girassol, né?


****

Depois do diálogo, a tia Lu contou para o Antônio que o tio Gu é gay, quer dizer, que gosta de namorar meninos. Ele continuou brincando com os dois.
Antônio ama muito o tio Gu. E todos os tios Caroços, que mostram a ele um mundo onde há amor, sonhos, tolerância, diferença, meninos de rua, preconceito, crianças felizes, poesia, injustiça, decadência e muita luta.
xxxxx
* Esse post é em homenagem ao Gui, a quem amo tanto e desejo muita força para atravessar o rio.

4 Comments:

  • Lindo, Clau. Esse diálogo me faz crer que Antônio será um grande homem: tolerante, amigo, sensível, amoroso. Espero que sejamos boas influências na vida dele.

    By Blogger Gustavo, at 11:56 AM  

  • Valeu a força, Claudinha. Meu sobrinho saiu hj do hospital, depois de mais uma bateria de quimio. Estamos felizes por ele estar em casa e por poder sorrir e por poder compartilhar. Ele é lindo, minha amiga. Forte. O câncer não está sendo capaz de fazê-lo deixar de acreditar. E isso, agora, é o que mais importa para todos nós aqui. Te beijo, agradecido por tamanho carinho!

    By Anonymous Gui, at 2:23 PM  

  • Gu, já estamos sendo. Ele é o garoto mais carinhoso que conheço. Nossa inspiração!

    Gui, estamos aqui. Beijo!

    By Blogger Cláudia, at 5:11 PM  

  • Aos nossos meninos, que fazem o Sol girar...

    "A favor da comunidade, que espera o bloco passar
    Ninguém fica na solidão
    Embarca com suas dores pra longe do seu lugar
    A favor da comunidade, que espera o bloco passar
    Ninguém fica na solidão, o bloco vai te levar
    Ninguém fica na solidão
    A verdade prova que o tempo é o senhor
    Dos dois destinos, dos dois destinos
    Já que pra ser homem tem que ter
    A grandeza de um menino, de um menino
    No coração de quem faz a guerra
    Nascerá uma flor amarela
    Como um girassol
    Como um girassol
    Como um girassol amarelo, amarelo
    Todo dia, toda hora, na batida da evolução
    A harmonia do passista vai encantar a avenida
    E todo o povo vai sorrir, sorrir, sorrir
    E todo povo vai sorrir"

    By Blogger Luciana, at 9:28 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home