Lameblogadas

terça-feira, maio 17, 2005

Belezas de Minas - II



Do disco Claridade, da caixa-presente...

Ninguém tem que achar ruim (Ismael Silva)

De mim você não tem razão
de se queixar
Assim você faz confusão
No nosso lar
Se eu sou do samba ninguém tem
que achar ruim
Você me conheceu
vivendo assim
(vem cá meu querubim)

Não vá pensar
Que dança, música e bebida enfim
Apareceram exclusivamente para mim
Você também se por acaso
Numa farra entrar
Talvez até ocupe o meu lugar
(e sem se demorar)

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home