Lameblogadas

sexta-feira, abril 27, 2007

O Noel que ele mostrou pra mim

Desde que nossa história começou, há quatro anos, numa roda de samba do Bip bip, tendo Noel, Cartola, Paulo da Portela, Candeia, Paulinho da Viola, João Nogueira, Dorival Caymmi, Clara Nunes, Chico Buarque, Mauro Duarte, Nelson Cavaquinho e tantos outros sambistas por testemunha, aprendi com ele a conhecer melhor a história da nossa música.

Hoje, 27 de abril de 2007, eu queria dedicar ao meu amor todos os sambas que ele me ensinou a ouvir, a cantar, a dançar. Mas principalmente, só para não sair da série "Noel Rosa", o meu Noelzinho querido, os sambas deste poeta que aprendi a amar antes dele, mas a conhecer mesmo, sobretudo, depois dele.

Agora, já consigo andar um pouco sozinha por esse mundo Noelino. Mas só faço isso porque ele me ensinou a dar os primeiros passos. E ainda hoje é o meu arquivo vivo, minha fonte de consulta, minha inspiração. É com o samba que somos felizes. Foi o samba que nos uniu. É do samba que extraímos nossa melhor energia - para amarmos cada vez mais um ao outro.

Em homenagem a esse que é o meu amor, um samba do Noel com Cartola, que ele um dia há de cantar para mim (agora, vejam só, já estou dando dicas para o repertório dele!!).

TENHO UM NOVO AMOR

Tenho um novo amor
Tenho um novo amor
Que vive pensando em mim
Não quer me ver triste nem zangada
Gosta que eu ande assim engraçada

Eu não quero dar a perceber
Que gosto demais do meu amor
Se ele compreender
Vai se convencer
De que tem para mim um enorme valor

Se acaso algum dia se apagar
Do seu pensamento o meu amor
Para não chorar
E não mais penar
Mando embora a saudade pra livrar-me da dor

1 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home