Lameblogadas

quinta-feira, setembro 05, 2002


Do querido amigo individual

"Tudo cura o tempo, tudo faz esquecer, tudo gasta, tudo digere, tudo acaba. (...) São as afeições como a vida, que não há mais certo
sinal de haverem de durar pouco, que terem durado muito. São como as linhas, que partem para o centro da circunferência, que quanto mais continuadas, tanto menos unidas." (Padre Antônio Vieira)

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home