Lameblogadas

quinta-feira, abril 06, 2006



Foi-se o Miudinho...

A última vez que o vi pessoalmente foi na platéia do show da Monica Salmaso, na Funarte, no fim do ano passado. Elegante como sempre, ele foi saudado pela cantora, que gravou o belo samba "Doce na feira" num de seus cds. Mas a melhor lembrança que tenho do mais velho integrante da Velha Guarda da Portela, que partiu hoje, é de um show com a Teresa Cristina no Municipal de Niterói. Dividindo o palco com seu Argemiro _ que também já nos deixou _ a cantora e o grupo Semente, seu Jair mal podia conter a emoção de estar num palco lançando seu CD pouco depois dos 80. Às vezes, errava a letra de tão nervoso. Herdeira do samba feito em Osvaldo Cruz, Teresa os conduzia com o carinho de filha, apontando a próxima música, cantando os versos que faltavam... Dia especial.

Ele era a alegria das rodas de samba da Velha Guarda, com seus passos de miudinho divididos com a Tia Surica. Andou bem feliz nos últimos tempos quando uma de suas músicas mais conhecidas (gravada no maravilhoso disco do conjunto A voz do morro) fez sucesso em novela da Globo. Seu Jair ficava radiante quando cantava "Pecadora" em shows e era acompanhado em coro pela platéia.

Ele vai fazer falta. A próxima roda da Velha Guarda será mais triste.

Eu me despeço com a última música de seu CD, produzido por Marisa Monte, que eu gosto tanto de ouvir e me faz lembrar do show no Municipal...


ADEUS PALHAÇO (Jair do Cavaquinho e Jair Costa)

Você viu Colombina?
Sumiu! Sumiu!
Já publiquei no jornal
Pra saber seu paradeiro
Ninguém viu!
Não sei qual a razão
Porque Colombina me traiu

Tenho a procurado como louco
Meu Deus, o que foi que aconteceu?
Os meus sofrimentos não são poucos
Por que Colombina levou o que era meu
Ainda me deixou um bilhetinho:
Adeus palhaço, vou embora com o Pierrô

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home