Lameblogadas

segunda-feira, janeiro 12, 2004



"Ele não é tão conhecido. Aqui vêm artistas melhores".

O garçom da Donana bem que tentou botar água em nosso chope. O que ele não sabia é que quanto mais obscuro for o artista melhor. Nossa trupe (eu, Pepê, Moutinho, Paulinha e Joaninha) ganhou um ótimo reforço sexta-feira, no jantar da cantina lado B de Copacabana: Paulo Aragão e Nana Vaz fizeram bonito na mesa ávida pelas personalidades mais esquecidas do nosso meio artístico.
E a estrela da noite foi o ator Jorge Cherques. Típico personagem de filme dos Trapalhões, ele tem no currículo participações nas novelas Irmãos Coragem (Souza), Gabriela (padre Basílio); Elas por elas (delegado do IML); Vamp (frei Bartolomeu); Dona Beija (não há indicação do personagem) e Por amor (idem).
O ator também teve uma extensa carreira cinematográfica. Entre outros filmes, integrou o elenco de O trapalhão e a luz azul; Robin Wood, o trapalhão da floresta; A filha dos trapalhões; Aladim e a lâmpada maravilhosa; Memórias do cárcere; A terceira morte de Joaquim Bolívar. e, como estampa sua camisa, o mais recente O que é isso, companheiro?.
Nossa estrela B cumprimentou a Paulinha e o meu amorzinho como se fossem amigos de outrora, mandou beijinho para a turma e deu um caloroso na Joaninha, além de nos brindar com a confissão de que apanhava da mulher se não chegasse cedo em casa.
O único senão do jantar foi a ausência da grande Berta Loran, garota-propaganda da Donana. Mas não há de faltar oportunidade: o encontro no restaurante passará a ser mensal. E mais: sugiro que façamos saraus lado B. Precisamos de uma sessão exclusiva com os filmes de Jorge Cherques!!!!

Na foto, da Paulinha: Joaninha, Jorge Cherques, Pepê e Nana.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home